×

Jornal Correio de Rondônia: Pesquisa aponta Jaqueline Cassol como uma das pré-candidatas favoritas ao cargo de deputada federal

Jornal Correio de Rondônia: Pesquisa aponta Jaqueline Cassol como uma das pré-candidatas favoritas ao cargo de deputada federal - noticias - jaqueline cassol

Correspondente de Cacoal – Residindo há mais de um ano em Cacoal (RO), a advogada Jaqueline Cassol, presidente dos Progressistas em Rondônia foi apontada na pesquisa de intenção de votos feita este mês pela empresa Brasil Dados como um das pré-candidatas favoritas ao cargo de deputada federal. De acordo com os dados publicados e devidamente registrados no Tribunal Regional Eleitoral (RO-04448/2018/TRE-RO), se as eleições fossem hoje, ela configuraria entre os primeiros colocados na corrida por uma das oito vagas na Câmara dos Deputados.

Procurada, nessa terça-feira (27), pela reportagem do jornal eletrônico Correio de Rondônia, para comentar sobre a pesquisa, a advogada Jaqueline Cassol disse que tomou conhecimento do conteúdo estatístico apresentado pela empresa Brasil Dados por meio do aplicativo de mensagem instantânea whatsapp. “Vários amigos e amigas de diferentes regiões do Estado enviaram o link da notícia reforçando apoio a esta nossa pretensão. Pois, sempre digo a todos que se for da vontade de Deus e do povo rondoniense ficarei muito honrada e certamente representarei Rondônia na Câmara dos Deputados com seriedade, respeito e acima de tudo ética”, enfatizou.

Jaqueline Cassol disse que independentemente do trabalho político sempre atuou com muito afinco e dedicação, tanta na área pública, quanto na privada. “Inicialmente fui estagiária do DETRAN/RO e Ministério Público Estadual. Após concluir o curso de Direito trabalhei como assessora jurídica no órgão ministerial. Passado alguns anos assumi o cargo de procuradora do município de Alta Floresta. Em seguida tive a honra de ser Diretora Geral do DETRAN/RO e depois Secretária de Estado de Assuntos Estratégicos”, ressaltou.

A progressista concluiu dizendo que, infelizmente alguns membros da política insistem em propagar mentiras e falsas promessas para lograr êxito nas eleições. Segunda ela, essa artimanha, vergonhosa, deve ser extirpada o quanto antes. “É inadmissível no período eleitoral, principalmente nos meses que antecedem a votação, a quantidade de mentiras propagadas. Digo isso porque, quando disputei o cargo de govenadora sempre fui muito autêntica e sincera com as minhas propostas, pois tinha profundo conhecimento do plano de governo e sabia que muitas coisas que foram prometidas por outros candidatos não poderiam ser executadas em quatro anos de mandato. Por essa razão, trago comigo o seguinte ensinamento, só prometo aquilo que pode ser cumprido”.

Fonte: Jornal Correio de Rondônia

Accessibilidade