×

Jaqueline Cassol lamenta rejeição do voto impresso

Proposta foi rejeitada na Câmara dos Deputados

Jaqueline Cassol, deputada federalA deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) lamentou, na noite dessa terça-feira (10/08), a rejeição da Proposta de Emenda à Constituição 135/2019, conhecida como PEC do Voto Impresso. A proposta foi analisada durante a sessão da Câmara dos Deputados e recebeu 449 votos, sendo 218 contrários. Para ser aprovada precisava de ao menos 308 votos sim.

“Apesar do nosso apoio, o voto impresso auditável foi rejeitado pelo plenário da Câmara dos deputados. É um absurdo os deputados não querem mais transparência no processo eleitoral brasileiro”, disse.

A parlamentar foi uma das defensoras em Rondônia do voto impresso auditável. Em vídeos publicados nas redes sociais e entrevistas aos veículos de comunicação do Estado, Jaqueline Cassol manifestou apoio a proposta.

“Eu fui favorável ao voto impresso. Ouvi a população do meu estado e segui meus princípios. Mas, infelizmente a Câmara dos Deputados perde uma grande oportunidade de mostrar que realmente serve os cidadãos brasileiros”, afirmou.

Com a rejeição em plenário a PEC será arquivada.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Accessibilidade