×

Jaqueline Cassol habilita UPA de Rolim de Moura e libera mais de R$ 2 milhões

Com ajuda da deputada, foi possível ampliar os atendimentos de média e alta complexidade, inclusive exames, serviços de emergência e urgência.

Jaqueline Cassol habilita UPA de Rolim de Moura e libera mais de R$ 2 milhões - noticias - jaqueline cassol

O mandato da deputada federal Jaqueline Cassol (Progressistas), sempre teve a preocupação com a melhoria, qualidade e gratuidade dos atendimentos de saúde na rede pública para toda população de Rondônia.

Foi por isso, que a deputada fez várias intervenções no Ministério da Saúde para que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Rolim de Moura, distante 483 quilômetros de Porto Velho, (RO), recebesse recursos do governo federal e tivesse sua capacidade de atendimento ampliada.

Com ajuda da deputada, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, expediu uma portaria (GM/MS Nº 658, de 28 de março de 2022), autorizando a liberação de R$ 2,7 milhões anuais. Os recursos serão destinados para custeio, manutenção das ações de saúde de média e alta complexidade (MAC).

Isso só foi possível depois que Jaqueline Cassol fez diálogos com o governo federal, quando o Ministério embargou a obra e pedia a devolução de mais de R$ 2 milhões, justificando que havia falhas técnicas no projeto e tinha dificuldades para reconhecer a estrutura como unidade de saúde, para que pudesse funcionar para o público.

Importante destacar, que desde 2020, Jaqueline Cassol tem se empenhado para tornar o funcionamento da UPA uma realidade para todas as famílias daquela região.

A UPA é vital para os moradores da cidade. É onde são realizados todos os atendimentos de urgência e emergência: casos como fraturas, cortes com pouco sangramento, infarto; derrame, queda com torção e dores intensas, cólicas renais, falta de ar, crises convulsivas, entre outras complicações de saúde.

No local também existem atendimentos para pacientes com sintomas de Covid-19, que precisam de suporte de oxigênio.

Outros benefícios para os moradores são estruturas com capacidade de fazer exames como: raio-x, eletrocardiografia, pediatria.

É também onde pacientes ficam por até 24h, recebem diagnóstico médico, estabilização clínica e depois são encaminhados para outras unidades hospitalares.

A nova UPA está habilitada em porte “V”, e precisa ter pelo menos seis médicos disponíveis para atendimento à população de Rolim de Moura e Região.

LEIA OFÍCIO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Accessibilidade