×

Jaqueline Cassol cobra recursos para ampliação do sistema de abastecimento de água de Cacoal

Em reunião com o Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão deputada pediu agilidade nos repasses dos recursos.

Jaqueline Cassol cobra recursos para ampliação do sistema de abastecimento de água de Cacoal - noticias - jaqueline cassol

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou, nessa quinta-feira, um posicionamento do Ministério do Desenvolvimento Regional quanto a liberação de recursos para a ampliação do sistema de abastecimento de água de Cacoal e para a implantação do sistema de esgotamento sanitário, no Distrito de Riozinho. A parlamentar participou de reunião online com o Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Maranhão, e com o presidente do Serviço Autônomo de Agua e Esgoto (SAAE), Jadir Hentges e pediu agilidade nos processos.

Os recursos para a ampliação do abastecimento de Cacaol somam R$ 47 milhões, conquistados pelo ex-senador Ivo Cassol através do Programa de Aceleração ao Crescimento. O projeto foi aprovado em dezembro de 2018 e até agora somente um repasse de R$ 6,5 milhões foi feito pela Caixa Econômica Federal.

“O acesso à água potável é um direito fundamental do cidadão, afinal sem água não há vida e quanto mais tempo demorar para o Governo Federal liberar os recursos em sua totalidade, mais as pessoas terão de conviver com os problemas de abastecimento”, afirmou a deputada. “Agradeço ao senador Marcos Rogério que tem sido um grande parceiro nessa luta”, completou.

Jaqueline Cassol ressaltou que o projeto contempla a instalação mais cinco reservatórios por gravidade, o que elevará para 10,5 milhões de litros, quatro vezes mais que a capacidade atual.

DISTRITO DE RIOZINHO – A da rede de esgotamento sanitário do Distrito de Riozinho se arrasta desde 2015. O contrato de repasse, no valos de quase R$ 8 milhões, também foi conquistado pelo ex-senador Ivo Cassol e até então não houve liberação dos recursos. “Os processos estão morosos e não há justificativa para isso. Se o governo já aprovou o repasse, não há razão para atrasá-lo tanto”, cobrou a deputada.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Accessibilidade