×

Cirurgias do mutirão de catarata começam na próxima semana em Cacoal

Cirurgias de pterígio só serão agendadas, após todas as cirurgias de catarata serem feitas.

Cirurgias do mutirão de catarata começam na próxima semana em Cacoal - noticias - jaqueline cassol

Jaqueline Cassol junto com os pacientes de Parecis.

Mais de 900 pessoas de 16 municípios de Rondônia já passaram por consultas médicas e exames oftalmológicos, por meio do mutirão de cirurgias de catarata viabilizado com recursos da deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO). Os atendimentos do mutirão de cirurgias  gratuitas do Projeto Visão, começaram em Cacoal no dia 4 de agosto.

As cirurgias de catarata estão previstas para começarem na segunda-feira (13) e os pacientes já estão sendo informados do dia e horário marcado para o procedimento.

Já as cirurgias de pterígio serão agendadas, após todas as cirurgias de catarata serem feitas.

Para a realização do mutirão, a deputada  Jaqueline Cassol destinou R$ 3,6 milhões. Ela esteve no hospital em Cacoal, onde os atendimentos estão sendo realizados e conversou com pacientes de Parecis, Alta Floresta D’Oeste e Primavera de Rondônia.

Cirurgias do mutirão de catarata começam na próxima semana em Cacoal - noticias - jaqueline cassol“Esse projeto é muito importante para mim, pois envolve a esperança das pessoas, a certeza de recuperar um dos bens mais preciosos para a vida que é a visão”, disse a deputada.

Há mais de seis anos, Antônio Albres, de Parecis, também conhecido como Antônio Borracheiro, vem convivendo com a catarata que aumenta na tentativa de ler. Ele já passou pela consulta e agora está aguardando o agendamento da cirurgia.

“Eu espero há tantos anos para ter minhas ‘vistas’ boas novamente. Agradeço muito a deputada pelo trabalho que vem desenvolvendo, pois isso é importante não só para mim, mas para os idosos e até os jovens que vem tendo esses mesmos problemas de visão”, destacou.

A execução do projeto é de responsabilidade do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde.

Fonte: Assessoria de Comunicação

  • Accessibilidade