×

CDL de Cacoal agradece Jaqueline Cassol por lutar pelo retorno do funcionamento do aeroporto

“Não vou aceitar essa paralisação de braços cruzados, vocês podem continuar contando comigo”, afirmou a deputada.

CDL de Cacoal agradece Jaqueline Cassol por lutar pelo retorno do funcionamento do aeroporto - noticias - jaqueline cassol
Desde a paralisação das atividades aéreas no Aeroporto de Cacoal Capital do Café, ocorrida no início de 2020, a deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) vem articulando junto a companhia Azul Linhas Aéreas, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e ao Governo do Estado, para que os voos sejam retomados. Em reconhecimento a esse empenho da parlamentar, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cacoal, encaminhou um ofício, agradecendo o apoio em lutar pelo retorno das atividades aéreas no município.

Em nome das empresas que representamos, agradecemos todo o seu apoio e articulação em favor do funcionamento normal do Aeroporto Capital do Café, ao mesmo tempo em que reafirmamos nosso pedido para que continue ao nosso lado, trabalhando por essa causa”, diz parte do documento assinado pelo presidente da entidade Adeuvaldo Gomes de Brito.

O documento diz ainda que o retorno do funcionamento do Aeroporto Capital do Café é uma reivindicação não só da classe empresarial, mas de toda a população residente na região de Cacoal.

ARTICULAÇÃO – No final do mês de setembro, a deputada Jaqueline Cassol esteve na ANAC em Brasília, onde se reuniu com o Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária (SIA), Giovano Palma. Ele informou que a Azul, já está autorizada a operar voos na cidade por VRF – sigla que corresponde a orientação visual, com até oito voos semanais, utilizando aeronaves que tenham capacidade para transportar de nove a 108 passageiros.
“Continuarei lutando para que as atividades aéreas no aeroporto de Cacoal retornem o mais breve possível. Com essa paralisação que já supera mais de um ano e meio a economia da cidade foi comprometida e os moradores de toda a região foram prejudicados. Não vou aceitar isso de braços cruzados, vocês podem continuar contando comigo”, afirmou a deputada.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Accessibilidade