×

Mulheres relatam sobre agressão física e abuso sexual em Porto Velho

“Fui abusada, superei e não me envergonho de ajudar outras mulheres a enfrentarem o trauma”, afirma Jaqueline Cassol

Mulheres relatam sobre agressão física e abuso sexual em Porto Velho - mulher - jaqueline cassol

Na última quinta-feira, 12 de julho, em Porto Velho, a Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RO) promoveu o lançamento da Campanha de Combate a Violência contra a mulher. O evento ocorreu no auditório da sede da entidade, atraindo diversas pessoas, entre elas profissionais liberais, advogadas, autoridades das polícias civil e militar e a sociedade civil em geral.

A iniciativa foi idealizada pela Comissão da Mulher Advogada (CMA), cuja finalidade é debater temas e alternativas que venham minimizar as várias formas de violência, bem como discorrer sobre o despertar da consciência sobre os direitos das mulheres.

O evento foi iniciado com a apresentação de um jogral  encenado pelas integrantes do grupo “Coletivo Feminino Filhas do Boto Nunca Mais”, relembrando casos de violência contra a mulher que repercutiram em Rondônia e nacionalmente.

Em seguida, foi aberto o espaço para diversas mulheres exporem seus depoimentos acerca de agressões que sofreram entre elas abusos sexuais na infância. Convidada para participar do debate, a advogada Jaqueline Cassol ao fazer uso da palavra relatou a experiência vivida aos seis anos de idade quando sofreu abuso por parte de um funcionário da empresa da família.

“Por muito tempo mantive o silêncio porque o medo de falar surgiu com as ameaças que o agressor fazia, afirmando que ninguém acreditaria em mim. Agora que tenho voz não me envergonho de dividir isso para que outras mulheres também busquem superar o sofrimento e inspirar outras a se libertarem do preconceito e julgamentos que é próprio de quem foi vítima”, disse.

Ao final do depoimento, Jaqueline Cassol elogiou todas as mulheres que participaram da campanha, destacando a disposição e sensibilidade das advogadas, Aline Correa e Maracelia Oliveira, vice-presidente da OAB-RO, por estarem sempre engajadas na luta pela garantia dos direitos das mulheres em Rondônia.

 

Accessibilidade